Médicos definem calendário de mobilização

 
Foi marcado para 7 de abril o dia nacional de protesto em defesa dos médicos que trabalham na saúde suplementar, pois na mesma data é comemorado o Dia Mundial da Saúde. A decisão foi tomada durante reunião organizada pela Comissão de Consolidação e Defesa da CBHPM com a Comissão de Saúde Suplementar. O encontro ocorreu na sede da Associação Paulista de Medicina em 18 de fevereiro.

Os protestos serão de 24 horas e na pauta de reivindicações estão: reajuste de honorários com base na CBHPM 2010; regularização dos contratos quanto a critérios claros de reajuste e periodicidade; ações no Parlamento para aprovação da lei que determina inserir índice de reajuste anual nos contratos.

“Primeiro, será feita uma avaliação da condição econômica em cada Estado. Depois, em 7 de abril, haverá protestos para alertar a população sobre a situação dos médicos na saúde suplementar. A seguir, assembleias estaduais para analisar as propostas comandada em cada Estado pelas Comissões de Honorários”, explicou Florisval Meinão, coordenador da Comissão de Consolidação e Defesa CHPM.


Fonte: AMB

 
CBO TV
FeCOOESO 2006
Praia do Flamengo, 66 - Bloco B/sala 303 - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 22210-030 - Tel./Fax (21) 2556-5803