CFM discute ética na relação entre médicos
e operadoras


 
Integrantes da comissão criada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para elaborar proposta de resolução sobre indicação, prescrição e autorização para o uso de órteses, próteses e materiais implantáveis se reuniu na última quinta-feira (9), em Brasília.

O objetivo da resolução é garantir o melhor desempenho ético da medicina e o adequado atendimento aos pacientes. Após concluída, a proposta da comissão deverá ser discutida e aprovada em sessão plenária da entidade do CFM para entrar em vigor.

Durante o encontro, foram discutidos aspectos como a organização do processo, bem como a diminuição de possíveis conflitos entre médicos assistentes e operadoras de planos de saúde, como também com as instituições públicas de saúde.

De acordo com Pinheiro, o assunto tem gerado expectativa grande em todos os setores envolvidos - médicos, operadoras e Sistema Único de Saúde. “Esse é um assunto sobre o qual CFM emitia pareceres há muito tempo, sem, contudo, firmar posição definitiva, que norteasse o comportamento dos médicos envolvidos nessa atividade”, explica.

Participaram da reunião o coordenador dos trabalhos, Antonio Pinheiro (CFM), além de Akira Ishida (Associação Paulista de Medicina), José Silvério Fonseca (Unimed Belém), Luiz Carlos Sobânia (Associação Médica Brasileira), Marcelo Cartaxo (Sociedade Brasileira de Hemodi- nâmica e Cardiologia Intervencionista), Marco Antonio Curi Al-Cici (Unimed Grande Florianópolis) e Norberto José da Silva Neto (CFM).

 
CBO TV
FeCOOESO 2006
Praia do Flamengo, 66 - Bloco B/sala 303 - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 22210-030 - Tel./Fax (21) 2556-5803