Entidades lançam manifesto contra a indicação para diretoria da ANS

 
Organizações alegam conflito de interesses e temem que indicado favoreça operadoras de seguros de saúde, já que ocupava até recentemente a presidência executiva de uma corretora que comercializa planos de saúde coletivos.

Mais de 60 entidades ligadas às áreas da saúde e da defesa do consumidor lançaram, no dia 2 de setembro, um manifesto contra a indicação de Maurício Ceschin para o cargo de diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Assinam o manifesto, entre outros, o Idec, o FNECDC (Fórum Nacional de Entidades Civis de Defesa do Consumidor), o Cebes (Centro Brasileiro de Estudos da Saúde) e a Fenam (Federação Nacional dos Médicos).

A indicação de Ceschin foi encaminhada pelo governo federal ao Senado Federal, onde será apreciada pela Comissão de Assuntos Sociais.

Seu nome é questionado porque ocupava, até recentemente, a presidência executiva do grupo Qualicorp, uma corretora de seguros que comercializa planos e seguros de saúde coletivos das maiores operadoras de planos de saúde do país.

Para as organizações que assinam o documento, é evidente o conflito de interesses, havendo forte risco de que sua atuação à frente da diretoria favoreça as operadoras de planos de saúde. Segundo o manifesto, não há dúvidas de que tal indicação fere a independência nas decisões técnicas da ANS e vai contra o interesse público, já que cabe à agência normatizar, controlar e fiscalizar as atividades dos planos de saúde.

O manifesto foi encaminhado à Comissão de Assuntos Sociais do Senado, acompanhado de solicitação para que a indicação não seja aprovada.


2/9/2009


 
CBO TV
FeCOOESO 2006
Praia do Flamengo, 66 - Bloco B/sala 303 - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 22210-030 - Tel./Fax (21) 2556-5803